Apagar o cigarro… de vez

É nas alturas em que nos sentimos privados das nossas liberdades que o stress, o nervosismo e o medo atacam. Para quem é fumador, só há um calmante, mas está na hora de alterar este hábito.

Nesta quarentena pensamos mais na nossa saúde. Primeiro, porque temos um inimigo invisível que nos pode roubar muito do nosso bem-estar. Depois porque, mesmo não sofrendo com o vírus, temos de estar fechados em casa. Isso faz com que pensemos mais nas nossas refeições, nos nossos momentos de relaxamento e no tempo dispensado para o exercício físico.

Alteramos rotinas, comemos melhor, fazemos mais treinos em casa… mas há sempre um pequeno inimigo que ajuda muitos no momento de controlar a ansiedade e o nervosismo. Mas já pensou que esse pode ser uma boa altura para deixar esse mau hábito? Afinal, tabaco não é um bem de primeira necessidade.

É mau sofrer de ansiedade, mas pense que, pelo outro lado, fumar pode levar a doenças respiratórias e cardíacas. Se fuma e desenvolver alguma destas patologias, poderá sofrer com as complicações graves da doença. Para além disso, num momento em que ouvimos que iremos “apertar os cordões à bolsa”, o dinheiro gasto em tabaco poderá ajudar para fazer um bom pé-de-meia. São várias então as razões para deixar essa dependência.

Não é fácil, contudo há um primeiro passo a tomar: ter motivação e vontade para deixar de fumar. O melhor plano para ajudar todos os que querem deixar o tabaco, é através de uma mudança faseada, existindo dicas para cada altura, como por exemplo registar quando é que fuma mais, quantos cigarros e, principalmente, lembrar quando teve recaídas após ter começado a tentar largar o cigarro.

Por outro lado, neste período de confinamento, existem conselhos extra para todos os que pretendem deixar de fumar. Entre elas, caso já tenha esse processo definido, utilizar substitutos de nicotina. Desta forma, poderá ser mais fácil deixar de fumar e, se contar com o apoio de um profissional de saúde, terá ainda maiores hipóteses de conseguir deixar de fumar1.

Para além de adesivos de nicotina, há ainda outros produtos que podem ajudar na “desintoxicação”, levando assim a que o sucesso seja mais prolongado no tempo. Desta forma, pode escolher deixar de fumar um cigarro de cada vez com a ajuda de comprimidos para chupar ou gomas para mascar, o importante é escolher de que forma o quer fazer.

Quer uma dica extra? Arranje uma caixa transparente e coloque lá o dinheiro que gastaria por cada maço que iria fumar. Vai ver que a diferença não se notará apenas na sua saúde, como também na sua carteira. Comece já a planear umas férias e vai ver que consegue atingir esse objetivo.

Sociedad Española de Neurologia y Cirurgia Torácica. LAS POSIBILIDADES DE ÉXITO AL DEJAR DE FUMAR SE PUEDEN MULTIPLICAR POR 10 CON AYUDA PROFESIONAL. Nota de prensa: Separ. 2016